6 sugestões infalíveis para economizar dinheiro

Economizar dinheiro é um grande desafio para você? Falta de renda fixa, família, grande, despesas altas… Estes podem ser alguns empecilhos, mas nada disso é desculpa. Foi pensando nesta dificuldade que preparamos este artigo com dicas valiosas de como fazer o seu dinheiro render mais. Confira a seguir!

1. Classifique o seu dinheiro

Sabemos que para haver qualquer mudança de hábito, deve existir disciplina. Organização é o principal ponto necessário neste processo. Você já pensou em classificar o seu dinheiro? Trata-se de algo simples e que pode ajudar, e muito, a visualizar seus principais gastos.

Primeiramente, é importante separar: de um lado a renda disponível, do outro, as despesas. A partir daí, basta criar subcategorias para ambos. Por exemplo, qual o valor do seu faturamento constitui sua renda principal? Você tem outras fontes de renda (como freelancer, vendas, etc?). Separe todas as suas fontes de renda e em seguida faça o mesmo com a despesa.

Neste caso, é interessante já separar qual a quantidade destinada para cada gasto específico. 60% para gastos fixos e essenciais (aluguel, água, luz), 20% para investir, 10% para emergências e 10% para fazer o que gosta, por exemplo. Desta forma, você consegue ao menos ter uma noção de para onde vai a maior parte do seu dinheiro.

2. Reveja seus hábitos

Fazer uma autoanálise é sempre difícil. Mas ela ajuda bastante quando falamos em economizar dinheiro. Acontece que muitas vezes temos algumas atitudes tão automáticas que, quando colocamos na balança, acabam pensando… no bolso. Se você tem o hábito por exemplo, de chegar em casa todos os dias e pedir uma pizza. Se é impensável você não comparecer àquele happy hour de quinta feira. Você pode não perceber, mas alguns costumes podem sair muito caro.

Em estudo publicado no European Journal Of Social Psychology, o pisocólogo Phillipa Lally e sua equipe tentaram descobrir quanto tempo uma pessoa realmente leva para formar um hábito. Após experimentos com uma série de voluntários, constatou-se o seguinte: levou-se de 18 a 254 dias para que isso fosse possível!

Obviamente que isso varia muito de acordo com as pessoas, as circunstâncias e o comportamento de cada um. Mas a dica importante é: insista! Quem sabe você não descobre até um novo estilo de vida mais saudável e alinhado à suas reais necessidades?

3. Evite comer na rua para economizar dinheiro

E temos aqui outro ponto que exige muito de nossa organização. Comer na rua é um gasto que não percebemos muito. É muito comum pensar que, como a alimentação é algo necessário, todo o dinheiro destinado a ela também é. A correria do dia a dia pode não permitir que você cozinhe religiosamente todos os dias. Mas é possível encontrar infinitas alternativas para isso.

Cozinhar comida para a semana toda e congelar é uma excelente ideia. Deixar os alimentos pré cozidos também otimiza bastante o seu tempo. Você pode ainda optar por fazer uma horta na sua casa! Para além da economia de dinheiro, você passa um tempo com a natureza e pode até descobrir uma nova vocação.

4. Esqueça do cartão de crédito

Cartões de crédito podem ser muito traiçoeiros. Comprar no cartão, consiste em contar com um dinheiro que ainda nem chegou até você. Por isto, quando se tem cartão de crédito, é muito mais fácil cair nas tentações disfarçadas de liquidações ou promoções e comprar itens sem nenhuma necessidade.

Experimente fazer suas compras à vista e sair apenas com dinheiro. O ideal é não possuir, mas caso seja extremamente necessário, pense bem antes de utilizá-lo. Você pode se surpreender com a economia final.

5. Invista seu dinheiro

A melhor maneira de fazer o seu dinheiro render, é investindo. Investir em boas oportunidades pode ter um retorno muito maior do que o previsto, além de garantir certa segurança financeira. Mesmo ganhando pouco, é possível planejar-se e dar mais este passo na sua vida financeira.

6. Ande menos de carro

Neste ponto, as vantagens vão muito além da economia de dinheiro. Passar muito tempo no trânsito, encontrar um lugar seguro para estacionar, arcar com custos extras… tudo isto pode ser evitado se você resolver abandonar o carro pelo menos algumas vezes durante a semana.

Sem falar nos benefícios para o meio ambiente. Você pode tentar andar mais de bicicleta, a pé ou utilizar mais o transporte público. Gastos com combustível e manutenção de automóveis costumam ser muito altos e podem vir em momentos inesperados.

Agora é hora de colocar a mão na massa! Faça o teste e implante pelo menos algumas destas mudanças para perceber como você irá economizar dinheiro.

Já que estamos falando em finanças, veja também o artigo que preparamos com dicas de planejamento financeiro para investir em lotes!